domingo, 31 de dezembro de 2017

#Resenha: Dois a dois, Nicholas Sparks

Olá, pessoal, como estão?
Espero que bem!
Último dia do ano e as leituras? E as metas, conseguiram alcançar?
E consegui ler 180 livros!!! AEEEEEH! Eu achei um bom número, já que passei quase o ano todo com dores. kkkkkkkk
E hoje vim postar a última resenha do Desafio #Desencalhando tudo - Tio Nick!
Hoje Nicholas Sparks está completando 52 anos (nossa, nem parece, né? kkkkk) e nada melhor do que comemorarmos com uma resenha, que tal?
Confira!

Finalmente li o último livro do tio Nick, e gente, tô emocionada!
Desde 2012 que o leio, e fui muitoooooo apaixonada pelos livros desse autor incrível!
Ele é incrível, sem sombra de dúvidas. Sua escrita é fascinante e suas história, de pura emoção!
Porém, tenho que confessar que os livros que li nesse ano, oito no total! kk, não curti tanto. Achei-os bem repetitivos e faltou "aquela coisa toda". Tirando Dois a dois, esse eu gostei muitão!

Em Dois a dois, conhecemos Russell, sua esposa Vivian (uma vaca!) e sua filha London, além de contarem sempre com a ajuda da irmã e cunhada de Russ e seus pais.

O livro inicia-se com Russ contando como está prestes a perder o emprego, então, ele aproveita a "oportunidade" e pede logo pra sair e, enfim, realizar seu sonho do negócio próprio, que já começa fracassando.

Fazendo com que Vivian, decida-se por voltar a trabalhar.

A Vivian é podre, gente! Que mulher nojenta!

Quando a London nasceu, ela decidiu parar de trabalhar pra cuidar da casa e da menina, daí, só porque o marido tá passando por uma fase difícil, o que pode acontecer com qualquer um, ela fica uma fera. Louca, supergrossa, não PARA DE RECLAMAR DELE e ainda o humilha por não poder lhe dar tanto dinheiro quanto antes.

E ainda sai gastando o pouco que tem que nem uma doida só pra começar no novo trabalho. Nem falo nada desse trabalho, que até no trabalho ela foi atrás de cobras iguais a ela.

A Vivian é muito insuportável. Jogando todas as responsabilidades pra cima do Russ, humilhando-o e exigindo 500 coisas dele, sem ter vergonha na cara, nem respeito.

E antes que alguém venha me chamar de machista, compreendam, achei ótimo ele passar a ajudar e cuidar em período integral da casa e da London, só que, ele precisa dar um duro danado pra conseguir dar certo nesse novo negócio e, a mulher fazia tudo em casa porque queria e porque o marido trabalhava fora, aí, de repente, resolve voltar a trabalhar joga tudo pra cima dele e da família dele e não quer aceitar erros, só reclamando e jogando na cara que sempre cuidou de tudo sozinha e melhor? AFFFFFS, muito sem limites, essa daí!

Fiquei passada.

Que personagem irritante! Me irritou e me deixou enojado de ler o livro por causa dela, por isso demorei pra ler kkkkkkk Ela é pior que o Richard, de O Guardião.

Quanto ao Russ e a London, ai, eles são muito amorzinhos. Por mais que o Russ erre por não ter prática em cuidar sozinho dela e trabalhar, enfim, eles se dão muito bem e ele percebe o quanto ama estar com ela, na presença dela. Não só a ama como filha, mas como amiga.

E os dois se completam.

Achei um livro muito lindo e interessante, pois o tio Nick mostrou muitos lados da família, ressaltando as dificuldades de quem é pai/mãe solteiro/a e o quanto também é gratificante ter seu pedacinho ali do lado como melhor amigo/a.

Adorei a história, muita linda, apesar da Vivian. Essa daí eu não engoli mesmo!
Uma megera!
Sinceramente, ela não tinha motivos pra ficar tão louca e agressiva com o marido e até com a filha. Não tinha mesmo, pois os problemas que eles passaram, convenhamos, todos nós passamos! rs

E agora vou só esperar pelo próximo lançamento do tio Nick, ansiosa aqui!
Eu vi uma entrevista de quando ele veio ao Brasil lançar Dois a dois, que ele estava escrevendo um livro com uma personagem brasileira, mas não sei se ele lançará já ou ficará pra daqui alguns anos. Espero que logo, né?

Indicadão!
E Feliz Niver, tio Nick!


* Leia as resenhas dos livros de Nicholas Sparks já postadas aqui no blog:
- Uma Longa Jornada
- O Guardião
- Uma viagem espiritual
- No seu olhar
- Uma carta de amor
- Três semanas com o meu irmão

E aí, quem já leu ou quer ler?
O que acham dos livros do Nicholas Sparks?
Não deixem de comentar!!!

Beijo grande,
Ana M.

sábado, 30 de dezembro de 2017

#Resenha: Homens que não conseguem amar, Steven Carter e Julia Sokol

E aí, gente, tudo bem?
Como estão os seus preparativos pro ano novo?
Aqui tá tudo uma correria, porque eu, como sempre, me atrasei! kkkkkkkk
Apesar disso, eu não poderia deixar de vir aqui postar a resenha de um livro que amei.
Confira!


Depois de ler e adorar os outros dois livros "O que toda mulher inteligente deve saber" e "Os segredos das mulheres inteligentes", é claro que eu não poderia deixar de ler os demais livros dos autores americanos, Steven Carter e Julia Sokol.

Pena que esse terceiro é o último. Tomara que ano que vem eu possa adquirir mais, porque adorei os conselhos e escrita dos autores.

Além de ser verdadeiro, rico em informações e claro, essa obraa ainda deixa claro, que nós, mulheres, não somos culpadas dos muitos desastres em relacionamentos que podemos ter tido.

Eu adoro ler sobre relacionamentos amorosos, acho que descobrimos muito de nós mesmo, analisando como nos relacionamos quando estamos amando alguém.

E nesse livro é muito bem explicado os motivos (cafajestes!) dos homens cometerem tantas loucuras, tantos erros, descontroles e desrespeitos contra as mulheres.

Não se enganem! O livro não mostra esses motivos como algo que devemos aceitar, mas sim, como erros mesmo, falta de caráter, e quão devemos correr pra bem longe de quem nos trata dessa forma!

Eu ameeeeei muito!

Ainda mais com tantos exemplos de mulheres que fizeram de tudo pra que seus relacionamentos fossem felizes e saudáveis, mas só levaram desrespeito e abusos na cara.

Relacionamentos abusivos também são tratados nessa obra.

E só tenho elogios.

Deixou muito claro o que é normal em um homem/mulher ao pensar/agir sob pressão e o que é manipulador, errado, inadmissível!

Mais que recomendado!


* Leia também as resenhas de Steven Carter e Julia Sokol publicadas aqui no blog:

Beijocas,
Ana M.

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

#Resenha: Milagres do Paraíso, Christy Wilson Beam

Oii gente, tudo bem?
Hoje tem resenha de um livro muito emocionante, que gostei demais!
Confira!

O livro Milagres do Paraíso é narrado por Christy, que é casada com Kevin, e com ele tem três meninas: Abbie, Annabel e Adelynn. Eles são cristãos e moram nos EUA.

Christy narra então a história toda dos milagres que acometeram sua família.
Todos viviam bem e felizes, quando Annabel começou a ter fortes dores abdominais e por fim, descobriu-se que a menina tinha vários problemas no intestino, tendo que ser operada por diversas vezes.

As descrições dos remédios, dores e internações da Anna são bem difíceis de serem lidas, porque com menos de 8 anos, ela já tinha sido passado por cada processo médico complicado e doloroso! Sem contar que, muitas das vezes, ela não podia se alimentar normalmente, usando apenas uma sonda com alimento próprio.

Ao chegar aos 8 anos, ainda muito debilitada, Anna e suas irmãs vão brincar numa árvore gigante e centenária que havia no quintal da casa da família, e de repente, um galho quebra, levando Anna pra dentro do tronco da árvore.

É meio estranho, mas naquela região têm dessas árvores, e até mesmo a família da Anna se surpreendem com tudo isso.

Ao cair, suas irmãs e seus pais ficam angustiados e completamente amedrontados. O tombo foi enorme, não havia espaço para retirar a menina e não tinha como ela não ter se machucado, principalmente a cabeça e a coluna, os lugares que mais levou batidas ao cair.

Depois de duas horas, os bombeiros a resgatam, e aí, começam os milagres.

Anna não se machucou, tirando alguns arranhões, diz ter visto o Céu, falado com Jesus e também está curada de todos os seus problemas intestinais.
E não, isso não é spoiler, na própria sinopse do livro/filme está tudo escrito, o que é claro me fez correr ler o livro.

Tem filme também, minha mamy viu e adorou, mas eu preferi ler primeiro, ano que vem assistirei! rs

Eu gostei muito do livro. Entretanto, duas coisas me incomodaram: como no começo do livro a Anna ainda não caiu na árvore, a mãe narra seus problemas de saúde continuamente, porém, depois que ela cai, a autora continua narrando, então, teve alguns momentos que eu fiquei meio perdida, não sabia se ela tava falando dos problemas intestinais ou do tempo esperado pra tirar a menina da árvore e ser examinada. kkkk Só sei que ela tava falando de problemas!

Outra coisa, foi que assim como a sinopse mesmo diz, ela viu o Céu! Sentou no colo de Jesus e tudo! Mas ela contou pouquíssimas coisas. Os pais não queriam ficar perguntando pra não confundi-la e com isso, são pouquíssimas coisas mesmas que nos são contadas, o que eu achei meio enganadora, já que o livro se chama "Milagres do Paraíso", a gente espera ter um relato mais completo, né non?

Conforme vamos acompanhando o desenvolvimento da Anna após a queda na árvore, é perceptível como ela mudou, no entanto, seus pais não acreditam na cura, e só UM ANO DEPOIS que voltam ao médico, e confirmam que sua doença incurável e de difícil tratamento, não existe mais. Annabel realmente foi curada por Jesus no Céu.

E é o que me incomodou. Os pais são cristãos, têm fé, frequentam a igreja, e não contam/espalham o milagre? Não acreditaram e achei superuó isso!

As cenas do Céu, como eu disse, são bem curtinhas e sem muitos detalhes, mas é lindo a Anna contando que sentou no colo de Jesus. Eu chorei muito nessa parte! E também chorei bastante enquanto não a retiravam bem daquela árvore doida! kkkkkkk

Gostei muito do livro, é sim muito lindo, e fala sobre um milagre enorme e incrível!
Tudo que essa menina sofreu com a doença e depois dentro da árvore foi horrível e seria impossível ela sobreviver. Só um milagre mesmo.

Minha reclamação é com essa família ter sido tão crédula, à princípio, e não terem detalhado mais, já que compramos o livro porque queremos saber a história toda! kkkkk

Mesmo assim, super-recomendo!


Beijocas,
Ana M.

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

#Resenha: Gideon's Gift, Karen Kingsbury (Série Red Gloves #1)

E aí, gente, tudo firmeza?
Comigo tudo ótimo, graças a Deus!
E vamos pra mais uma resenha da diva Karen Kingsbury!
Confira!

Já faz uns 3 anos que tenho o e-book de Gideon's Gift, da Karen Kingsbury, que como vocês já devem ter percebido é uma das minhas autoras prefês, amo muitooooooooo os livros dela!

E, como venho economizando os livros dela pra eu não ficar sem, só agora li essa coisinha fofa e adorei!
O livro tem quase 200 páginas, mas é bem rápido de ler, pois a história te suga de uma forma, que não tem como parar nem pra ir tomar água!

Em Gideon's Gift, conhecemos a Gideon, uma menininha fofa e cheia de fé, que tem apenas 7 anos e está à beira da morte por causa de sua leucemia. Para fazer um tratamento que a curaria, ela precisa de muito dinheiro, algo que os pais, infelizmente, não tem. O que os deixa frustrados e abaladíssimos.

Gideon fala pra família, pros médicos que cuidam dela, e pra todos que conhece, que acredita no milagre do natal, que se aproxima. Ela é tão pobre que não tem nem uma boneca pra brincar, a que tem, ela comprou na lojinha de usados e já está bem acabadona.

Ela queria muito receber o milagre da cura e também uma nova boneca.
Sua vontade de viver e doçura me encantaram! Que anjinho!

Um dia, ao ajudar junto com os pais, um grupo que servia sopão para os moradores de rua, ela vai servir a mesa em que está o Earl, um senhor sujo e mal encarado, que a trata supermal, não vendo nela, nem nada no mundo, algo que o faça feliz e ter vontade de sair das ruas. Ainda mais agora que suas luvas vermelhas foram roubadas. Esse par de luvas têm um sentido único e especial para ele. A única ligação com o passado que ele tanto luta para não esquecer.

Gideon por algum motivo gosta de Earl, tentando de todas as maneiras fazê-lo sorrir e conversar com ela. Mas não tem jeito. Ele sempre a despreza.
Ela conta pra ele seu sonho de viver um milagre de natal, e inclusive vai à loja de usados com o pai para comprar um presente para seu "novo amigo", tentando assim, conquistá-lo e fazê-lo gostar do natal, que ele fez questão de enfatizar para ela, que odeia! 
E mais uma vez Earl a decepciona, não se importando com a menina, bem na véspera de natal.

Deixando-a transtornada, fazendo-a passar mal, quando Earl decidi abrir o presente e vê o que ela lhe deu, tudo muda dentro desse pobre homem. Todas suas convicções, certezas, mágoas e medos se dissolvem e ele corre então atrás do tempo perdido e de Gideon, buscando avidamente ajudá-la.

É surpreendente como o carinho e o amor de uma simples criança ajuda esse homem. E a forma como Deus a usa para resgatá-lo. Ela é quem está morrendo fisicamente, contudo, Earl já estava morto por dentro, há anos.

Com esse singelo presente, vem à tona todo o passado de Earl e o que o fez ir pras ruas. É uma surpresa muito, muito grande!

O livro se passa às vésperas do natal, o que o deixa com aquele clima mais feliz e gostoso de ler, apesar de que o "motivão" que fez Earl se tornar esse homem duro e desesperançoso, é algo que aconteceu no natal de anos passados, uma tragédia terrível.

O final é lindo e esperançoso.
Eu amei demais e mostra como Deus trabalha na vida de todos, através de gestos simples de muito amor e gratidão.

Fala sobre perdão e recomeço também. 

Lindo!
Uma pena que é curtinho, eu queria mais! kkkkkk

Indico para todos que também acreditam em milagres de natal! :* 


* Leia também as resenhas de Karen Kingsbury publicadas aqui no blog:


Essa é a última resenha do ano para o Desafio Literário Livreando - 2017, e quero agradecer a Tammy e a todos os colaboradores do blog Livreando! Adorei participar do desafio, li muito com ele e claro que estarei com vocês em 2018!!! Obrigada e boas leituras!!!



Essa é a quinta resenha de Dezembro do Desafio Literário Livreando 2017.
Da opção: um livro com tema natalino.
Saiba mais sobre o Desafio do querido blog Livreando, CLICANDO AQUI!

Beijocas,
Ana M.

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

#Resenha: Jane Austen - Uma vida revelada, Catherine Reef

E aí, gente, tudo bem?
A #Semana Especial Jane Austen terminou, mas, ao visitar minha #BFF, Andressinha, ela me emprestou essa superbiografia da Jane, e claro que eu não poderia deixar de ler e resenhar pra vocês!
Confira!

Quando a Andressa comprou o livro Jane Austen - Uma vida revelada, da autora Catherine Reef, eu fiquei supercuriosa pra saber mais sobre ele, e ela adorou tanto, que correu me emprestar (#thanks, my dear best-sister-friend! ). Terminei ele na véspera de natal e adorei!

Uma vida revelada é um livro muito bom. Cheeeeeeio de informações detalhadas sobre a época em que Jane Austen nasceu e viveu. Tudo sobre a política, costumes e tradições daquele tempo, além de fragmentos de cartas e depoimentos de parentes dela.

Traz curiosidades muito interessantes, além de assuntos novos e bem requintados.


Achei uma biografia maravilhosa. Ainda mais por esclarecer tão ricamente sobre os hábitos e costumes todos daquele tempo, pois assim, aprendemos e compreendemos bem não só a Jane, como também, seus personagens.

As informações extras sobre os livros dela foram ótimas também. Como passou a escrevê-los, como publicou, os problemas e dúvidas que teve. A recepção do público e da família ao reconhecê-la como escritora, etc. Incrível!
E ela adora o sr. Darcy e a Lizzie Bennet tanto como nós! kkkkkkk Até ela era superfã! rs

Sua vida pessoal e amorosa também é bem explicada e mais uma vez pude entender melhor sobre os casamentos e romances naquele tempo. 

Meus exemplares de Orgulho e Preconceito + o livro Uma vida revelada, os marcadores lindos e a xícara linda que Andressinha me deu de presente, obrigadãooooo miga, eu amei!!! ♥

Gostei demais!
Um livro bem fofo e rápido de ler!
Até eu que tô meio passada com biografias gostei!

* As duas primeiras fotos foram tiradas pela Andressinha, que gentilmente me cedeu-as para postar aqui! Obrigadão pelas fotos lindas e por me emprestar o livro, best! Ameeeeei! <333333



• Postagens sobre a #Semana Especial Jane Austen •
Parte #1 - Abertura - (LEIA AQUI!) -
Parte #2 - #Resenha: Orgulho e Preconceito - (LEIA AQUI!) -
Parte #3 - #Resenha: O Diário de Mr. Darcy - (LEIA AQUI!-
Parte #4 - #Resenha: Orgulho e Preconceito e Zumbis - (LEIA AQUI!) -
Parte #5 - #Resenha: #HQ: Orgulho e Preconceito, Jane Austen, Ian Edginton e Robert Deas - (LEIA AQUI!-
Parte #6 - #Resenha: A Abadia de Northanger, Jane Austen - (LEIA AQUI!) -
Parte #7 - #Resenha: #Filme: Orgulho e Preconceito - (LEIA AQUI!) -
Parte #8 - #Resenha: #Minissérie: Orgulho e Preconceito - (LEIA AQUI!) -
Parte #9 - #Resenha: #Filme: Orgulho e Preconceito e Zumbis (LEIA AQUI!) -
Parte #10 - #Quotes: Orgulho e Preconceito (LEIA AQUI!) -
Parte #11 - Conheça todos os romances de Jane Austen! (LEIA AQUI!) -
Parte #13 - #Encerramento da #Semana Especial Jane Austen (LEIA AQUI!) -
- Parte #14 - Feliz Aniversário, Jane Austen! (LEIA AQUI!) -


Beijocas,
Ana M.

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

#Resenha: Três semanas com meu irmão, Nicholas e Micah Sparks

Oiie gente, tudo bem?
Hoje tem resenha do penúltimo livro do desafio #Desencalhando tudo!
Confira!

Três semanas com meu irmão, de Nicholas e Micah Sparks, é um livro muito bonito e sensível.

Ao resolver viajar para vários lugares espetaculares do mundo, com seu irmão mais velho, Micah, Nicholas Sparks, traz uma narrativa leve e fofa sobre seu relacionamento com o irmão, e também a irmã Dana, seus pais, seu início de carreira, adolescência e a vida pobre que tiveram até a idade adulta.

É um livro real e tocante.
Histórias tristes, perdas e muitas lutas marcaram a vidas desses dois irmãos.

É um livro estilo biográfico, mesmo. Os irmãos, apesar de já serem próximos, se aproximaram mais e tiveram ótimas passagens, mais momentos marcantes e ainda mais quando relembram o passado e os acontecimentos que marcaram e mudaram suas vidas.

Eu gostei muito.
Não sou tão fã de biografias, antigamente eu lia muito, mas agora não leio muito, porém, Três semanas com meu irmão é realmente um livro lindo e marcante, que mostra o valor de uma família, apesar de todos os problemas e pedras que possam surgir pelo caminho e como o amor é maior do que tudo. Maior até que a distância.

As cenas com a (agora ex) esposa do tio Nick e seus filhos foram lindas também. Ela é muito romântica como ele. Pena que se divorciaram. :'(

Superindico! 

E, ah, dia 31, niver do tio Nick, sai a resenha do último lançamento e livro que li dele, Dois a dois

Anota aí pra não esquecer de vir aqui conferir, hein?!



Beijinhos,
Ana M.

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Feliz Natal!!!

Boa noite, gente!
Tudo bem?

Hoje passei aqui rapidinho apenas para lhes desejar um Feliz Natal!

Que a paz e o amor do Senhor Jesus encha o seu coração!

Que nesse Natal você tenha podido estar ao lado de quem ama e que a partir de hoje, a paz, o amor e a união reinem sempre em seu lar!

Obrigada a todos que acompanharam o blog durante esse ano de 2017!

Espero estarmos juntos novamente em 2018, nos divertindo e compartilhando lindas e edificantes leituras!

Um beijo enorme da família Elvis Gatão!
Ana M.

domingo, 24 de dezembro de 2017

#Resenha: Crepúsculo: Guia Oficial Ilustrado da Série, Stephenie Meyer (Saga Crepúsculo)

E aí, gente, tudo bem?
Véspera de Natal!!! EEEEEH!!!
Amo Natal!
Que dia mais lindo!
Vamos todos comemorar a grandeza desse Presente lindo que Deus nos deu que é Jesus!!!
E claro que mesmo tendo algumas cositas pra fazer, eu não poderia deixar de trazer algum postinho pra vocês, por isso resolvi postar a resenha de uma das minhas autoras prefês!
Confira!

Ah, gente, como eu já contei pra vocês nas outras duas resenhas da Stephenie (vou deixar os links lá embaixo!), eu li Crepúsculo quando entrei pra facul e sem esperar nada demais, me apaixonei completamente pela série! Amooooooooooooo! Tô sempre relendo algum dos livros!

Desde então, tudo que titia Steph tem publicado, venho lendo!

Mas o Crepúsculo: Guia Oficial Ilustrado da Série, eu só achava pelos olhos da cara, então, demorei bastante pra comprá-lo!
Até que final do ano passado achei barato no sebo e aproveitei! Entretanto, só fui ler agora, e gente, que arrependimento de não ter lido-o antes!
Que livro incrível!

Nesse livro temos muitas arquivos escritos pela Stephenie sobre a série Crepúsculo, série ou saga, cada um fala uma coisa! kkkkkk O que importa é que eu já amava, agora nem se fala!

Temos uma entrevista maravilhosa com a Steph sobre como veio a ideia de Crepúsculo e dos demais livros, como foi a criação de cada personagem, dos mistérios e desenrolar todo da trama de cada livro.

Também tem o perfil de cada personagem, vampiro, lobo, humano, etc., sabemos mais sobre sua criação humano e depois como ser fantásticos. Perguntas de fãs, todas respondidas com a maior coerência e carinho da Stephenie, desenhos e pinturas feitos por fãs. E muitaaaaas curiosidades!
Até um guia sobre os automóveis que aparecem com os personagens, têm!

Que livro maravilhoso!

E a vontade de reler a série todinha outra vez só aumentou!

A Stephenie escreve muito bem e é uma graça! Muito educada e carinhosa!

Tudo bem de várias pessoas não gostarem da série e ainda mais da Bella kkkk Mas dizer que essa mulher não sabe contar uma história, daí já é zoação, né, meus caros!

Uma escritora incrível, com certeza!

Amei demais!

As perguntas e os textinhos sobre cada personagem tá tão lindos e interessantes!
Foi ótimo saber mais sobre esses personagens.

Quero mais!

Leitura mais que recomendada!

COMPRE AQUI!

* Leia também as resenhas de Stephenie Meyer publicadas aqui no blog:



Essa é a quarta resenha de Dezembro do Desafio Literário Livreando 2017.
Da opção: um livro que a autora nasceu em Dezembro, a Stephenie faz niver hoje, dia 24!!!
Saiba mais sobre o Desafio do querido blog Livreando, CLICANDO AQUI!

Beijos,
Ana M.

sábado, 23 de dezembro de 2017

#Resenha: Oceans Apart, Karen Kingsbury

Oiie gente, tudo bem?
Hoje tem mais uma resenha de uma das minhas autoras prefês da vida!
Confira!

Como eu disse na resenha anterior (leia aqui!), a autora americana cristã, Karen Kingsbury, é uma das minhas autoras preferidas e seus livros falam muito comigo!
Sua escrita é deliciosa. Muito primorosa e fluída. Dá gosto de ler um livro bem feito assim!

E seus livros são sempre cheios de muitos ensinamentos de fé e dos princípios divinos. Neles, nós compreendemos como é importante acreditar e buscar a Deus sem cessar!
E o como Deus muda e transforma todo o nosso ser. Independentemente do passado que tivemos. E, nesse livro, temos um caso assim.

Em Oceans Apart, conhecemos Michelle e Connor, eles são casados há anos e vivem muito felizes, além de ainda se amarem muito. Os anos passaram sem interferir no amor que os uniu. Eles também têm duas filhas, Susan e Elizabeth.

Michelle é muito romântica e um tanto quanto complexada com seu aumento de peso. Ela é impulsiva com comida, e apesar de ainda manterem a chama da paixão acesa, ela receia muito perder o marido.

Connor é um bom homem, lê a Bíblia com a mulher e até frequenta a igreja, no entanto, não é um homem de muita fé. Tem um ressentimento forte contra seu pai, que anos atrás, lhe negou uma ajuda financeira que Connor tanto queria para aprimorar seus negócios.

Logo no primeiro capítulo do livro conhecemos Kiahna e seu filho de sete anos, Max. Kiahna é aeromoça e órfã. Ela conta apenas com a ajuda da vizinha para cuidar de Max enquanto ela viaja a trabalho. Nesse primeiro capítulo, o avião de Kiahna cai no mar e ela falece, deixando Max com a vizinha e um testamento um tanto peculiar. Ela diz nele quem é o pai de Max (algo que nunca tinha falado antes) e expõe seu desejo de que ele aceite passar duas semanas com o filho e se quiser mesmo ficar com ele, terá que adotá-lo, caso não queira, Max irá para a adoção.
Max mora na ilha Havaiana, enquanto o pai está nos EUA, um oceano os separam de diversas formas.

A morte de Kiahna não é um spoiler, não se preocupem, na própria sinopse do livro já sabemos que ela morre.

Quando Connor descobre que tem um filho, ele se desespera. Há oito anos, numa tempestade horrenda que o impediu de voar (ele é piloto de avião), ele conheceu Kiahna, sem lugar para passar a noite, ela o convida para ir à casa dela, apenas para dormir, de boa. E é aí que tudo acontece. Ele nunca se esqueceu dela, não que ele tenha se apaixonado, mas sim, porque ele ainda se sente culpado por tudo que rolou entre eles e, principalmente, por ter traído a esposa que ama tanto. O que fazer agora?

Finalmente, Connor conta sobre seu caso para Michelle, que por incrível que pareça e até um erro da autora a meu ver, ela aceita o caso muito rapidamente. Sente-se muito triste e magoada, mas o perdoa, muito antes dele pedir perdão com todas as letras.

O que Michelle não consegue de forma alguma aceitar é o filho de Connor. Ela surta e fica muito, muito depressiva com essa notícia e quando Max chega, ele causa uma reviravolta na vida dela, completamente.

Eu gostei muito do livro, apesar de que no fator perdão, eu achei que faltou bastante. A Michelle supera rápido a traição em si, em nenhum momento ela cogita se separar de Connor ou algo do tipo. Mas, ela fica muito mal por ter que receber o filho dele, e assim que conhece o menino, passa a gostar dele, mesmo sem querer. 

Li algumas resenhas do livro na amazon falando mal dela por não aceitar o Max, mas gente, a mulher já perdoou e aceitou o marido depois de ele ser um supertraíra, ainda querem que ela aceite o menino com essa rapidez toda?! kkkk O menino é um doce, muito parecido com o pai o que a deixa mais triste ainda, pois ela sabia o quanto o Connor queria um filho menino e ela não pode lhe dar.

Eu gostei da Michelle, compreendo ela, acho que ela foi boa até demais! E o final foi muito emocionante. Ainda mais porque ela fez o que pode para também unir Connor com seu pai. O que foi outra coisa linda no livro.

A Kiahna eu comecei o livro achando que ela era uma grande vagabunda, mas não. A gente vai compreendendo que sim, ela errou, porém, o Connor errou mais com ela. Não posso falar mais pra não dar spoiler. Só que sinceramente eu acho que ela foi tão enganada quanto a Michelle. E nós percebemos que à princípio, suas intenções eram as melhores quando convidou o Connor para dormir em sua casa.

A autora mostra isso, o quanto a fé e os nossos valores precisam ser beeeeem alimentados! Porque podemos cair, enfraquecer e errar o tempo todo de muitas formas. Ninguém é forte sempre. Então, precisamos sempre nos alimentar do que acreditamos, porque uma brecha que deixamos se abrir, pode nos levar pro buraco. Foi o que aconteceu com o Connor. Se ele tivesse sido mais sincero e forte em suas decisões, não teria quebrado tão facilmente seus votos maritais. 

Não gostei muito do Connor, ele mais se lamentou do que fez algo pra mudar o estrago que tinha feito. Acho que ele deveria ter perdido perdão logo pra todos os envolvidos e partido pra luta.

O Max e as suas irmãs são uns amores, lindas as partes deles. E ver Max sentindo a falta da mãe e tentando se encaixar no mundo sem ela foi muito emocionante e só provou algo que sempre acreditei: os filhos não têm culpa dos erros dos pais!

Quantas vezes um filho de amante é maltratado? Muitas, né?! Agora ele tem culpa dos erros de seus pais? Ninguém tem, e não tem que pagar pelo o que não fez! Não tiro culpa de quem erra, só tiro de quem é afetado pelo erro, sendo inocente.

É livro muito bonito e gostoso de ler, embora tenha um tema tão pesado como esse. Não gosto de ler livros sobre adultério, sempre fico muito triste com tudo isso, mas Oceans Apart realmente foi muito bonito e mostrou que o amor, o perdão e a fé NECESSITAM sempre andar juntos!

Infelizmente o livro ainda não foi traduzido para o português. Eu li em inglês mesmo, numa edição pocket linda que comprei no sebo.

Ainda tem na amazon, vou deixar o link abaixo pra vocês comprarem!


* Leia também as resenhas de Karen Kingsbury publicadas aqui no blog:


E aí, o que acharam de Oceans Apart?
Alguém já leu? Quer ler?
Não deixem de comentar!

Um forte abraço!
Ana M.

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

#Resenha: Fifteen Minutes, Karen Kingsbury

E aí, gente, beleza?
Hoje tem resenha de uma autora prefê!
Confira!

Conheço os livros da Karen Kingsbury há uns três anos, e desde então, não consigo mais parar de ler essa mulher!
Dei uma parada por alguns meses, porque os livros que eu tinha dela físicos e no kindle estavam acabando e eu estava loooooooouca de medo de ficar sem eles!
Mas, resolvi ler quase tudo agora nesse final de ano. Porque ano novo, vida nova, livros novos vem aí, eu creio! kkkkkk

A Karen é uma autora cristã, mas não tenham medo! Ela não tem preconceito contra outras religiões, até porque se tivesse, eu não a leria!

Ela é maravilhosa, pois sempre usa personagens fortes e reais. Que a gente torce e tem vontade de dar uns tabefes, na mesma medida!

São muito reais, que erram e acertam como a gente. Mesmo querendo seguir os princípios bíblicos ao pé da letra e de todo coração, eles pecam, eles caem, eles sofrem e se arrependem, e é aí que Karen mostra como Deus perdoa, liberta, salva e restaura tudo. Só depende da nossa fé!

E não foi diferente em Fifteen Minutes.

Zack Dylan é jovem filho e neto de fazendeiros que está prestes a perder a propriedade da família pelas dívidas ainda não saldadas. Com dois irmãos pequenos, inclusive uma irmã com síndrome de down que precisa de um tratamento mais caro, ele se desespera, sem sabem como fazer para conseguir esse dinheiro.

Como ele canta na igreja e tem uma fé forte em Jesus, resolve tentar participar do Fifteen Minutes (uma espécie de The Voice / America Idol), ele é descrito no livro como um tipo de Elvis jovem, daí eu já surtei, né?! kkkkk

Ele namora a Reese, uma moça digna e também de muita fé, que é adorada por sua família e ajuda crianças com problemas especiais.

Por incrível que possa parece, Zack passa nas audições e se torna um dos concorrentes a ganharam o reality show.

O que Zack e sua família não esperavam, é a mudança que ocorreria em Zack a partir de então!

Chandra Olson é jurada do Fifteen Minutes e alguns atrás, foi uma concorrente que venceu. Porém, com toda a fama exacerbada, um fã louco começou a persegui-la pelas redes sociais e a fazer ameaças assustadoras, até que um dia, assassina seus pais. E assim, ela também perde o noivo (o que não foi muito bem explicado).

Kelly, a outra jurada, descobre que o pai, um pastor, está sofrendo com uma doença seríssima. Acaba de se separar do marido e primeiro amor, Cal, e se vê perdida num mar de frivolidade e desespero. O que a fama fez com ela? Quem ela se tornou? E todas as coisas que perdeu para a vaidade?

Esses são os protagonistas principais.

A narrativa da Karen é maravilhosa. Muito gostosa, linda e fluída. E ela a cada capítulo narra sob o ponto de vista de um personagem específico só que em terceira pessoa mesmo.

O sucesso de Zack é inimaginável e palpável. Ele realmente é um cantor muito talentoso e já chegou bombando ao se autodenominar cristão e deixar claro que quer "brilhar para Jesus".

Eu acho lindo autores que cantam músicas evangélicas e acho sim, louvável. Acho que eles merecem ganhar, porque é uma profissão como qualquer outra, embora envolva a fé.
E como a autora tão bem traça nessa obra, é lindo brilhar para Jesus. Para Jesus!

Porque Zack acaba mudando, perdendo a cabeça e em parte, até se deslumbrando.

Os produtores o obrigam a parar de falar de Deus, querem que ele cante músicas com alto conteúdo sexual (tipo esses funks pornográficos que a gente vê no BR kkkkkk), e ele vai aceitando tudo. Até o twitter pessoal dele, que ele compartilhava versículos bíblicos e conselhos sobre fé, retiram do ar, e o obrigam a usar outro, que vai lotando de seguidores do dia pra noite, e ele tem que postar abobrinhas!

Ainda por cima tem a bitch, periguete, ridícula, pomba gira do capeta, da outra concorrente, a Zoey Davis.
Gente, essa periguete mesmo sabendo que o Zack é comprometido dá em cima dele o tempo todo! Mas é um saco! Que mulherzinha intragável e irritante! Odiei ela! Acho que nem o lord Voldemort eu odiei tanto como odiei essa vaca!

Bem, Karen sabe como emocionar!

Zack vai cair geral nas armadilhas do capeta e nos mostrará o quanto a fama pode ser fatal. O preço que ela cobra! Até que ponto devemos lutar pela fama? O que é afinal permitido? Será que em alguns casos o melhor é desistir mesmo tendo talento e voltar para o anonimato?

A autora traz diversas dessas questões à tona, nos fazendo refletir muito e analisar o que sonhamos e o quanto estamos preparados para esses sonhos. Será que nossos princípios podem ser abalados quando consiguirmos ficar famosos ou realizarmos outros sonhos que temos?

A jornada de Zack foi dura de engolir! Achei ele um besta muitas vezes! kkkkkk
A Chandra o ajudará e até conseguirá ficar em paz consigo mesma depois de ter perdido tanto na vida.
A Kelly vai passar por muitas mudanças também.

A Reese foi, sem dúvidas, a minha personagem preferida. Ela manteve a fé e o amor próprio em alta. Não se deixou abalar pelos acontecimentos HORRENDOS que estava vivendo!

O final foi muito interessante!
Mostrou que se você confiar em Deus e se arrepender de ter dado às costas para Ele, Ele ainda assim, Te perdoa e Te honra. Todavia, o que você errou, cada ato, cada semente que você plantou, você colherá. É consequência da vida. E às vezes, não são boas consequências.

O final teve seus dissabores para Zack, mas né, é consequências de seus atos.

As reflexões todas são incríveis, me fez analisar e refletir muito sobre a vida no geral.

O final foi bom em termos, foi bom em questão de fé, mas Zack, Chandra e Kelly ficaram com seus finais em aberto, o que detestei! É claro que teve resoluções, porém, faltou muitas coisas e nossa, que desilusão para mim por isso! kkkkkk

Mesmo assim, indico o livro, como eu disse, ele nos ensina bastante!


* Leia também as resenhas de Karen Kingsbury publicadas aqui no blog:


E aí, pessoal, quem aí já leu ou quer ler?
Não deixem de comentar!

Beijo grande!
Ana M.

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Conheça Lugar de Recomeço, da autora brasileira Angélica Pina!

Oii gente, tudo bem?
Aqui tudo ótimo, tirando a canseira.
Essa semana tô pegando pesado nos estudos, rsrs

Hoje eu vim trazer uma indicação maravilhosa que me deixa superentusiasmada!

É um livro que conheci há pouco tempo e estou loucaaaaaaaa pra ler!
A Andressinha, minha best, também. Contei sobre a história (do que eu li na sinopse) pra ela e também mostrei a capa, o que a deixou tão curiosa, ansiosa e "desejosa" por ele como eu! kkkkk
Ah, quem não fica! kkkkkk

Dando uma "fuçada" no catálogo da Editora UpBooks, eu gostei de vários, pra ser mais exata, todos praticamente, vocês sabem como amo livros cristãos.

E Lugar de Recomeço, da autora brasileira Angélica Pina, foi o que mais me chamou a atenção de todo o catálogo. 

A capa dele é linda, sensível, chamativa e genial. Eu fico vidrada nela.
E pela sinopse deu pra perceber que é um livro muito forte, tocante e essencial, tendo em vista que fala sobre a síndrome do pânico, uma doença que tem acometido muitas pessoas, inclusive alguns familiares meus, e que precisa ser mais debatida a fim de quebrar todo o preconceito existente e conseguimos assim, a cura. Tanto espiritual, quanto psicológica.

Ainda não li o livro, mas assim que der, quero comprá-lo, pois acho que ele é muito emocionante e traz sim, boas reflexões e ensinamentos!

Confira a capa, sinopse, link no skoob e link de compra!
Capa perfeita!

Sinopse: Heloísa é uma jovem determinada, sonhando com uma carreira brilhante em sua área em uma das melhores empresas do país. Ela mora em uma cidade do interior com a mãe, os irmãos e o padrasto, mas está disposta a abrir mão de tudo para ir trabalhar na capital, Porto dos Atalaias. Em uma ida à cidade que pode transformar seu maior sonho em realidade, ela descobre um segredo capaz de colocar a felicidade de sua família em risco. Entre revelar a verdade e ser cúmplice daquela mentira, Helô vê a grande chance de sua vida escapar por suas mãos, e suas emoções entram em crise.Eduardo é um workaholic assumido que sofre de ansiedade e síndrome do pânico. Ele só consegue um tempo para refletir sobre as escolhas erradas que tem feito quando perde uma pessoa de sua família. Durante muitos anos, ele estudou para assumir os negócios que acabou de herdar, mas agora ele tem novos objetivos. Edu decide que precisa ajudar outras pessoas a não repetir os seus erros. Então resolve transformar a fazenda dos pais em um “lugar de recomeço”.Duas histórias de pessoas completamente diferentes, em diferentes fases da vida, capazes de mostrar como a fé, o arrependimento e o perdão são necessários para lidar com a culpa e o medo. E que, com Deus, sempre é possível encontrar um lugar para recomeçar.
Lindo demais!!!! Olha essa sinopse e capa, gente, meu core chega a martelar alto! kkkkkk E as lombrigas, então! Nem se fala!
Amei!

E aí, o que acharam?
Estão espero o quê pra comprarem? kkkk

COMPRE AQUI!



Muito amorzinho!
Adorei conhecê-lo! kkkkk
É sério, eu tô muito vidrada nesse livro, fazia tempo que não ficava assim com um. 

Bom, espero que tenham gostado da indicação!

Compre aí, ótimo presente de natal, hein?! Aproveitem que ainda dá tempo! (E se quiserem me presentear, tá valendo também! kkkkk xD)

Beijocas,
Ana M.

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Conheça Inspirações para o seu dia - Volume #2 - Organizado por Vand Pires!

Oii gente, tudo bem?
Hoje trago pra vocês uma dica de livro imperdível!

É o devocional Inspirações para o seu dia, que já está em seu segundo volume!
Ele foi lançado no último dia 16, pela Editora Cristã UpBooks, foi organizado pela autora Vand Pires, além de outras nove autoras convidadas participando desses devocionais, são elas: Betty Albarran, Carla Montebeler, Cris Silva, Eliette Lara, Fernanda B. Moura, Késia Mesquita, Maria Baptista, Raquel Bueno e Silvana Assis.

Eu amooooo devocionais, apesar de que ansiosa como sou, acabo lendo-os tudo de uma vez! kkkkkkk

Mas o importante é ler e ser muito edificado, não é mesmo?

A capa de Inspiração para o seu dia #2 também está superlinda!
Eu achei-a tão sensível e tocante, com certeza é deveras inspiradora!

Um livro muito bonito que estou louca pra ler (E essa lista de leituras que só cresce! kkkk)!

Vou deixar abaixo a foto do livro, mais sinopse e demais informações sobre onde comprar, etc.





Sinopse: Depois de centenas de mulheres terem sido abençoadas pelo primeiro volume de Inspirações Para o Seu Dia, a Editora UPBooks lança este volume com novas autoras convidadas por Vand Pires, a organizadora deste projeto. Nossa expectativa é que a cada leitura você seja impactada e inspirada a enfrentar cada novo dia com uma dose mais forte de ânimo e esperança.
* Pegay essas fotos na fanpage da editora (sigam lá!).

Lindão, né? Tô inspirada já por essa capa! hahaha

COMPRE AQUI!

ADICIONE O LIVRO NA SUA ESTANTE NO SKOOB!

FANPAGE DA EDITORASITE OFICIAL

Então é isso, pessoal!
Espero que tenham gostado da dica de livro de hoje e que comprem muito!
Natal tá chegando, ainda dá tempo de comprarem um de presente pra mim, hein? (Nem peço nada kkkkkkk).

Beijinhos,
e uma ótima noite!

Ana M.