quinta-feira, 30 de novembro de 2017

#Resenha: Ele Me Ama, Fabiola Melo

Oii gente, tudo bem?
Hoje tem resenha de um livro lindíssimo e muito profundo que li recentemente e ameeeeeeeeei!
Confira!

Faz alguns anos que navegando sem rumo pelo youtube, conheci a Fabiola Melo e de cara adorei. Seu canal é muito inteligente, enriquecedor e edificante. E ela, ai gente, que figura incrível! A Fabi é uma das minhas youtubers preferidas, a primeira que comecei a acompanhar, e eu nem posso figurar o quanto fiquei feliz ao saber que ela lançaria um livro. 
O qual, por sinal, demorei muito pra começar a ler, porque não queria que acabasse! kkkkk Fui guardando até que a curiosidade venceu! E obviamente, me arrependi de não ter lido antes, porque, meus queridos, QUE LIVRO!

Em Ele Me Ama, Fabiola Melo, aborda genuína e francamente sobre relacionamentos amorosos e a importância primordial de confiar na vontade de Deus em nossa vida.

Fabiola, assim como em seus vídeos, é muito sincera, fofa e sábia. Dá conselhos, conta suas experiências e expõe passagens Bíblias importatérrimas sobre Deus e o casamento. Nos mostrando o quão o amor pode ser lindo e grande, e também, como uma má escolha feita pelo nosso coração, pode não só nos tirar do caminho de Deus, como também destruir nossos sonhos e nossa vida.

Ele Me Ama é recheado de lições importantes, reflexões fortes e verossímeis, e nos faz querer amar, amar e amar sempre esse Deus tão perfeito e amoroso que temos!
Nos faz enxergar com mais clareza o quanto o Pai nos ama e nos quer bem. Quer Estar sempre conosco, nos abençoar e orientar em cada escolha que fizermos, ainda mais se for na hora de escolher nosso/a companheiro/a pra vida toda!

Livro lindo, incrível, mais que especial!

Leiaaaaaaaam, gente, please, leiam!!!

Quero mais da Fabi! Tem que ter parte #2, com certeza! kkkkk


* Conheça mais da Fabiola Melo!

Beijinhos,
Ana M.

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

#Resenha: Unshaken: Ruth, Francine Rivers (Série A Lineage of Grace #3)

Hey gente!
A última resenha da noite chegando!
E aí, o que acharam de todas?
Tô torcendo aqui para que tenham curtido bastante!

Ah, Ruth é uma das histórias que mais me encanta na Bíblia. O amor e fidelidade que Ruth tem para com Naomi, sua sogra, é intenso e grande. Não é o tipo de amor nora-sogra que a gente vê muito por aí! kkkkkkkk

Mesmo depois de viúva, Ruth continuou com a sogra, chegando até a deixar sua casa, bens e família dos pais para trás, e ir para a cidade natal da sogra, Belém.

Ao chegar lá, elas passam a morar numa caverna. Praticamente passando fome. Os amigos de juventude de Naomi se espantam ao vê-la sozinha e desprovida de tudo que é coisa, tendo apenas a companhia da nora, uma estrangeira.

Ruth é maltrata pelo povo. Entretanto, ela consegue emprego numa colheira. De quem? De Boaz, filho de Raabe e Salmon, um homem íntegro e generoso, que a ajuda sem esperar nada em troca. Porém, ele se apaixona por ela, e ela também se sente bem ao seu lado, percebendo que está se apaixonando por ele, ela dá uma retraída, afinal, ainda ama o falecido marido.

Naomi sabe que Boaz poderia ajudá-las e percebe seu amor recém-nascido por Ruth, assim, orientando-a a conversar com ele.

A história é curta, rápida e simples. No entanto, é maravilhosa. A fé de Ruth, Naomi e Boaz é riquíssima. Eles não só confiam em Deus, como também são muito bons e respeitadores um com o outro.

Boaz é um gentleman! Um fofo! A ajuda e amor que ele tem para com Ruth é uma fofura de viver! E ele é supertímido, o que me deixou suspirando, devo dizer!

A Naomi é outra figura! Sofreu muito, mas sempre manteve a fé, o amor e a esperança em alta! Muito guerreira e deu sábios ensinamentos a Ruth, até mais que a própria mãe da garota.

A Ruth é outra guerreira! Esforçadíssima e faz de tudo para o bem de Naomi. Sem reclamar! Trabalha que nem uma condenada e se alegra da oportunidade que Boaz lhe deu!

Um livro muito bom e esclarecedor de ler!

As dúvidas que eu tinha sobre a cultura, e o porquê da Ruth ir até o Boaz e tal, foram bem sanadas!

Francine Rivers arrasou como sempre!

Leiam!!!!

* Série A Lineage of Grace:
- Unveiled: Tamar #1
- Unashamed: Rahab #2
- Unshaken: Ruth #3
- Unspoken: Bathsheba #4
- Unafraid: Mary #5


* Leia a resenha dos demais volumes da Série A Lineage of Grace:

* Leia também as demais resenhas de Francine Rivers publicadas aqui no blog:

Beijinhos,
Ana M.

#Resenha: Raabe, Francine Rivers (Série A Lineage of Grace #2)

Oii gente,
Bora pra mais uma resenha!
EEEH, vem comigo!


Francine Rivers é uma das minhas autoras preferidas da vida!
Ela é cristã, e ama falar sobre o amor redentor de Deus!
E o que mais me encanta em seus livros, é o como ela é certeira e real, sincera.
Apesar de escrever romances cristãos, ela sabe como ninguém criar personagens verossímeis, cheios de erros, defeitos, passados tortuosos, que só pela graças de Deus, consegue ter sua vida transformada para a melhor!

E a Série A Lineage of Grace é o maior exemplo disse. Nessa série, Francine Rivers escolheu cinco mulheres que tiveram suas histórias contadas na Bíblia e que fazem parte da linhagem de Davi, a linhagem que nasceu o Filho de Deus!

A Lineage of Grace ficou traduzido para o português como Mulheres na linhagem de Jesus, mas os livros, infelizmente, estão esgotados, então, tô divulgando mais com o nome original, pois nos sebos e na Amazon você consegue encontrá-los disponíveis em inglês, embora caros, rs.
Outro ponto que vale ressaltar, são os nomes dos cincos livros. Em inglês eles vem com um nome sobre a personagem retrata específico + o nome de batismo da personagem, exemplo: "Unashamed :Rahab", e no português, a editora Mundo Cristão deixou o título portando apenas os nomes das personagens. Eu gostei, e não vejo porque reclamar disso, apesar de que o título original deu um toque especial sobre essas mulheres, como o da "Raabe: Unashamed = despudorada".

Bom, voltando pra história...
No ano passado achei num sebo aqui perto o quinto e último livro da Série, Maria. E simplesmente amei! Que livro lindo, emocionante e viciante!

Mais pro final do ano, consegui adquirir mais dois: Raabe (em português, deixei a foto em inglês só pra vocês verem a diferença no título) e Unshaken: Ruth (esse, no inglês mesmo).

Porém, só esse ano os li, e mais uma vez, amei!
Só tenho uma ressalva a fazer: foram muito curtos, gente, eu queria mais! kkkkkkkk

Seguindo bem a história original de Raabe descrita na Bíblia, Francine Rivers, traz uma história fascinante de dor, amor, luta e perdão. Mais uma de redenção.

Raabe, com cerca de 15 anos, é vendida pelo pai a fim de se tornar prostituta do rei, para que ele consiga dinheiro e possa sustentar sua família, que está a beira da morte por inanição, de tão pobres que estavam.

Mesmo entristecida e muito revoltada, Raabe aceita, e quando é "descartada" pelo rei, passa a ter uma casa luxuosa e sem mais nenhuma esperança e amor próprio, continua a se prostituir, afinal, é a única coisa que sabe e tem.

Os israelitas estavam na outra margem do Jordão, esperando a oportunidade de cruzar o rio e chegar a Canaã, e para saber o que fazer e como proceder, Josué envia dos espiões para Jericó, e ao chegarem lá, recebem a ajuda de Raabe, que passa a crer no Deus de Israel, ainda mais depois de ter sido tão desprezada e abandonada pelos deuses de barro que sua cidade e cultura acreditavam.

Após prometem a Raabe que salvaria ela e sua família, Raabe os ajuda a sair da cidade sem mais percalços, mais tarde sendo salva e indo para Canaã com sua família (pais, irmãos, cunhadas e seus sobrinhos). 

Lá, casa-se com Salmon, gerando Boaz, que foi bisavô de Davi, tornando-a parte da linhagem de Jesus.

A história é curta e descrevendo um pouco do enredo parece bem simples. Mas não. Ela tem um significado muito especial. Pois Raabe já não acreditava em mais nada. Nem em si mesma. Porém, depois de os israelitas vencerem sobre os demais povos, ela quis e pode acreditar na graça Daquele Deus. Ela enxergou um Deus vivo e poderoso, e decidiu segui-Lo, mesmo passando por provações e humilhações.

É uma linda história de amor e redenção. E principalmente, de fé. Dessa fé tão poderosa que liberta e de um Deus tão amoroso que perdoa!

Muito lindo e especial!
Leeeeeiam!

* Algumas pessoas que leram ele, e também o livro "Pérola na Areia", da autora Tessa Afshar, que também é baseado na história de Raabe, chegaram a dizer que o da Fran é chato se comparado com o da Tessa. No entanto, vale ressaltar que o da Francine preza pela a história original, muito pouco fictícia. O da Tessa, é bem fictício, praticamente tudo aquilo que acontece depois que a personagem Raabe chega a Canaã, é de imaginação da autora, apesar de ser uma obra incrível e lindíssima, que eu já li e em breve resenharei para vocês.
Nesse adendo, eu não quis criticar as opiniões divergentes, nem falar mal do livro da Tessa, longe de mim fazer isso! É só que eu acho que precisa ser esclarecido, porque são livros baseados na mesma mulher, embora com desenvolvimentos de trama bem diferentes. E todos são lindos. Em Dezembro trarei resenha do da Tessa, bele?

** Série A Lineage of Grace:
- Unveiled: Tamar #1
- Unashamed: Rahab #2
- Unshaken: Ruth #3
- Unspoken: Bathsheba #4
- Unafraid: Mary #5



* Leia também as demais resenhas de Francine Rivers publicadas aqui no blog:

Beijocas,
Ana M.

#Resenha: The Warrior, Francine Rivers (Série Sons of Encouragement #2)

Hey galerê, beleza aí?
Hoje sairá três resenhas pra vocês!
EEEEEEH!
E serão todas da diva, Francine Rivers!
Confira!

Desde que li Amor de Redenção há dois anos, não deixei mais de ler nada da Francine Rivers! Todos os livros dela lançados aqui no Brasil e mais alguns que consegui comprar em inglês, nos sebos ou em e-book da Amazon, tenho lido.

No comecinho do ano, comprei o The Warrior, a história do guerreiro Caleb.
Ele é o volume dois da Série Sons of Encouragement, que narra especialmente sobre os guerreiros da Bíblia, a partir de Arão (primeiro livro).

É uma série maravilhosa. Superbem escrita e a Fran ainda conseguiu expor toda a cultura, até mesmo na fala dos personagens, da forma que era naquela época.

A história de Caleb é de muita força e problemas. Narrado por ele em 1ª pessoa, a partir do momento em que Moisés falece e Joshua ajuda a administrar o povo do Egito a sair do deserto.

Caleb, é o melhor amigo de Joshua, e segue junto a ele liderando e abençoando o povo.

A trama é muito parecida com a narrada na Bíblia, tendo apenas alguns pontos e personagens secundários fictícios para melhor entendermos toda aquela cultura e o que se passava naquela época.

Achei uma história de muita coragem e fé, apesar de que o povo recém liberto do Egito tenha reclamado tanto, mas tanto, que algumas partes se tornaram maçantes! Não é à toa que permaneceram 40 anos no deserto! Eh, povo chato, só Jesus pra amar mesmo! kkkkkkkkkkkkkkkk

A entrada de Joshua e Caleb na Terra Prometida é muita linda e especial também. O final foi emocionante!

Série mais que recomendada!

* Como li o livro no original em inglês, os nomes aparecem como Caleb e Joshua (além dos nomes dos personagens secundários), mas em português seria Calebe e Josué, respectivamente.

** O livro ainda não foi lançado em português, mas têm em espanhol que é mais parecido com o português, e consequentemente né, mais fácil de ler. Então, se você ainda não lê em inglês, e quer muito ler The Warrior, poderá lê-lo em espanhol também, sob o título de El Guerrero.



* Leia também as demais resenhas de Francine Rivers publicadas aqui no blog:

É isso aí, pessoal!
Espero que tenham gostado da resenha e que também gostem dos livros da Fran!
Que mulher que escreve bem, meu Deus! Se eu escrevesse um terço do que ela escreve, eu morria de felicidade! kkkkkkkkkkk

Beijocas, e até a próxima resenha!
Ana M.

terça-feira, 28 de novembro de 2017

#Resenha: Os Segredos das Mulheres Inteligentes, Steven Carter e Julia Sokol

AEEEEEEH, finalmente chegamos a última resenha da noite!
E essa vai ser de um livro que amei demais!
Confiram!

Steven Carter e Julia Sokol já se tornaram meus queridinhos. Recentemente li três livros deles, e olha, não sei de qual gostei mais! Todos maravilhosos!

Em Os Segredos das Mulheres Inteligentes, Steven e Julia falam ampla e verdadeiramente com as mulheres, de uma maneira firme e suave, delineando os mais diversificados perfis, em busca de ajudar, orientar e clarear a mente das mulheres que estão presas naquele pensando grotesco da sociedade de que tem que ser magra, bonita, tá tá tá, etc....

Eu adorei demais esse livro!
Que incrível!

As dicas e conselhos que os autores dão para as mulheres que sofrem por causa dessa pressão toda da mídia em cima do que nós fazemos ou deixamos de fazer, além de falar muito, MUITO mesmo, sobre autoestima e  os problemas que nos cercam se não cuidarmos e valorizarmos nós mesmas.

Amei também os depoimentos que foram apresentados. Lendo essas "histórias" de outras mulheres, percebemos o quanto os nossos dramas são reais, e ao mesmo tempo, muito iguais. O que acontece com uma mulher do livro pode acontecer ou já aconteceu com qualquer uma de nós.

E os autores, tão amavelmente devo ressaltar, nos choca e acalenta ao expressar abertamente esses problemas que as mulheres sofrem e não admitem, não buscam ajuda, aceitam e se doam sem se importar mais com si mesmas.
O acalento através de palavras, me marcou muito. Pude enxergar o quanto nossa autoestima e o nosso amor próprio é afetado por conversa de gente idiota que só quer nos prejudicar, e vi o quanto merecemos ser felizes e não dar mais importância para o que falam da gente por aí...

Um livro incrível, pra levantar o astral mesmo!
E ressaltar o quanto nós, mulheres, somos guerreiras e especiais! <3

Leiaaaaam!!!





Essa é a quinta resenha de Novembro do Desafio Literário Livreando 2017.
Da opção: um livro com até 150 páginas. Os Segredos das Mulheres Inteligentes têm 80.
Saiba mais sobre o Desafio do querido blog Livreando, CLICANDO AQUI!

Beijos,
Ana M.

#Resenha: Fala Sério, Amiga!, Thalita Rebouças (Coleção Fala Sério #4)

Minha gente amiga!
O que estão achando dessa "enxurrada" de resenhas? kkkkk
Espero que estejam gostando, do mesmo jeito que estou de escrevê-las, aqui nessa correria kkkkkkkkk
E a da vez é de uma das minhas autoras prefês da vida!
Confira! 

A Thalita Rebouças é uma das minhas autoras preferidas, e o melhor, é nacional!
Já faz alguns anos que comecei a ler seus livros, e me apaixonei! Além de serem superbem escritos, ainda são engraçadíssimos e com um conteúdo muito bom e gostoso de acompanhar!

A coleção Fala Sério, é uma das minhas "séries" preferidas da literatura nacional. Eu falo série pois, até agora temos sete livros sobre a Maria de Lourdes, ou melhor, a Malu, como prefere ser chamada! 

Os livros foram lançados na seguinte ordem: Fala Sério, Mãe!, Fala Sério, Professor!, Fala Sério, Amor!, Fala Sério, Amiga!, Fala Sério, Pai!, Fala Sério, Filha! e Fala Sério, Irmão/Irmã!.

No entanto, os livros podem ser lidos fora de ordem, pois os protagonistas são os mesmos, mas as crônicas mudam, e não há spoiler de um no outro.

Como li os três primeiros lançados há alguns anos, ainda não tem resenha deles aqui no blog, então, vamos começar por Fala Sério, Amiga! mesmo, que li esse mês.

Em Fala Sério, Amiga!, Malu continua a mesma doidinha de sempre! Essa Malu-ca! kkkkkkk

Malu, a mãe Ângela Cristina, o pai Armando, e os irmãos Mamá e Malena aprontam todas, e com a misturas "dazamigas" fica melhor (ou pior, nunca se sabe! kkk) ainda!

As crônicas vão sendo contadas a partir da entrada da Malu na pré-escola, até seu ingresso na faculdade.

Ai eu adorei demais esse livro, se bem que de todos que já li da coleção, foi o que eu ri menos e achei umas frases e atitudes das meninas meio estranhas kkkk mas tirando isso, Fala Sério, Amiga! é um livro maravilhoso!

Superdivertido, narrado em primeira pessoa pela maluquinha da Malu, todas as suas tretas, desastres, diversões e relacionamento com as amigas. 

Ao final de cada crônicas, como já é de costume nessa coleção, sempre tem um toque, um puxãozinho de orelha pros jovens, uma mostra da importância da amizade, e também da família.

Amei! Um livro deliciosamente divertido e dá pra todo mundo ler, não importa se você é jovem ou adulto, homem ou mulher, essa coleção da Thalita faz qualquer se divertir pra valer!

Não deixem de ler!

E assim que der, comprarei os demais da coleção e resenharei aqui no blog! o/




Essa é a quarta resenha de Novembro do Desafio Literário Livreando 2017.
Da opção: um livro de uma autora que nascem em Novembro, a Thalita fez niver no dia 10 desse mês!
Saiba mais sobre o Desafio do querido blog Livreando, CLICANDO AQUI!

Beijinhos,
Ana M.

#Resenha: Morte no Nilo, Agatha Christie

E aí, gente, curtindo muito as resenhas?
Tomara que sim!
E agora vem uma dela, a dama do crime!

Esse é o quinto livro da Agatha Christie que leio, e, necessito dizer, foi uma decepção pra mim!

Eu achei o enredo bem clichê, desde o início consegui juntar as pontas sobre o assassino, então o final não foi nenhuma surpresa pra mim.

Além do que, não senti empatia, não me identifiquei com nenhum personagem também.

Só é claro, que adorei rever (ou reler, né kk) sobre Monsieur Poirot! Adoro ele! kkkkkkkkk

Em Morte no Nilo, conhecemos Linet, uma mulher rica e badalada, a amiga pobre da qual ela rouba o namô, Jackieline, e o namo da Jackie que mais tarde casa-se com Linet, Simon.

Jackie considera Linet uma grande amiga, por isso pede a ajuda dela para dar um emprego para seu namorado, confiando que a amiga riquíssima, não só lhe daria um emprego, como lhes ajudariam a mudar de vida, mas, qual não foi a sua surpresa, quando, pouquíssimo tempo depois, Simon a abandona para se casar com Linet.

Jackie passa a persegui-los, inclusive, vai atrás deles em sua viagem de lua de mel no Egito, encontrando lá até mesmo com Poirot, o detetive mais legal que já li sobre! kkk

No início da viagem, Linet é encontrada morta com um tiro na cabeça, levantando assim, vários suspeitos, não só Jackie e Simon, como também outras pessoas que se hospedavam no mesmo hotel.

Com detalhes que passam batido e muita esperteza, é claro que Poirot descobre o assassino, concluindo o livro de uma forma BEM diferente e única, que me surpreendeu, de fato!

O assassino em si não me surpreendeu, entretanto, o que se deu "dele" sim, isso sim, foi uó!!! kkk

Realmente não gostei da história, não me envolveu, apesar da Agatha ter uma escrita fluída e curiosa, não rolou pra mim, não.

Vou até dar uma parada de ler os livros dela, por enquanto!




Essa é a terceira resenha de Novembro do Desafio Literário Livreando 2017.
Da opção: um livro policial.
Saiba mais sobre o Desafio do querido blog Livreando, CLICANDO AQUI!

Beijinhos,
Ana M.

#Resenha: Onde Mora a Felicidade?, Fabiana Bertotti

Hey gente,
prontos pra mais uma resenha?!
Ah, espero que sim, pois essa é de um livrinho de crônicas muitíssimo especial!
Confira!

Quem acompanha o blog também já deve ter percebido que adorooooo a escritora e youtuber brasileira, Fabiana Bertotti.

E, logo que vi que sairia mais um livro dela esse ano, quase tive uma síncope de tanta emoção e ansiedade para tê-lo em mãos! kkkkkkkkk

Pois bem, li Onde Mora a Felicidade? em uma sentada só, e o que posso dizer? Maravilhoso, como todos da Fabi, é claro! kkk

Em Onde Mora a Felicidade?, Fabiana Bertotti prova mais uma vez que nasceu para as crônicas construtivas, edificantes e divertidas. Com seu jeito único de falar, ensinar e arrebentar, ela me encantou com assuntos tão profundos e alguns até tabus, sendo abordados de maneira única.

Sem discriminações, sem encheção de linguiça, mas sim, com muita simpatia, bom humor e muita inteligência, Fabiana me fez refletir muito e analisar mais a minha vida, provando que, coisas simples, mudam e valem tudo!

Temas como relacionamentos amorosos, amizade, preconceitos e tretas de redes sociais, fé, viagens e muitos outros são abordados ricamente nesta obra magnífica!

Amo demais!

E tô mais que louca pra ler os outros três dela que falta pra mim!

Aliás, Natal tá chegando hein, não se esqueçam de mim! kkkkkkk

Leiam!


* Leia também as resenhas de Fabiana Bertotti publicadas aqui no blog:

* Conheça mais de Fabiana Bertotti!



Essa é a segunda resenha de Novembro do Desafio Literário Livreando 2017.
Da opção: um livro lançado em 2017.
Saiba mais sobre o Desafio do querido blog Livreando, CLICANDO AQUI!

Beijos,
Ana M.

#Resenha: The Chase, Kyle e Kelsey Kupecky

Oii gente, tudo bem?
Desculpem meu sumiço.
Esse mês foi cansativo e ainda por cima fiquei mais de uma semana sem net =/
Hoje vou postar cinco resenhas! AEEEEEH! É isso mesmo, cinco! Pra compensar o tempo perdido!
E amanhã e quinta, também terá resenha!
Espero que gostem e perdoem meu atrasado, rs

Como vocês já devem ter notado de tanto que falo kkkk sou superfã da autora americana, Karen Kingsbury, e como amo demais os seus livros, fiquei bem curiosa ao saber que sua filha Kelsey e seu genro, e também cantor, Kyle, haviam lançado um livro juntos.

Óbvio que eu não poderia deixar de ler!
Ano passado comprei o e-book em promo, porém, só esse ano, tomei vergonha na cara kkkk e o li finalmente, e gente, que baita arrependimento me deu de não ter lido-o antes!

Que livro sensacional!
Amoooooooooo! Li faz poucos dias, mas, já quero reler! rsrs

The Chase, é narrado tanto por Kyle, quanto por Kelsey em primeira pessoa, embora em partes divididas em cada capítulo.

Assim como a Karen, Kyle e Kelsey também são evangélicos e contam abertamente sobre sua fé, lutas, decepções, esperanças e conquistas, no... amor!

É isso mesmo. The Chase é sobre a escolha de amar e servir a Deus em primeiro lugar, e confiar plenamente que Ele lhe direcionará a encontrar a pessoa amada, a mais ideal pra você, aquela que a gente pode chamar de "escolhido/a".

Kyle e Kelsey contam sobre sua fé, que nasceu desde cedo e conforme eles foram crescendo, continuaram a permanecer crentes em Jesus Cristo e confiar Nele em tudo e sobre tudo. Mesmo quando as coisas pareciam sem esperanças, de mal a pior mesmo.

Os dois relatam sobre como antes de se conheceram, namoraram outras pessoas e das desilusões e "quebradas de cara" que tiveram e o quanto esperar em Deus pelo seu príncipe/princesa do Senhor vale a pena e faz toda a diferença.

O testemunho deles + de amigos deles que seguiram o mesmo caminho, e outros, que não, são muito reais e empolgantes, além de marcantes e até mesmo, tristes.

Pois os dois, principalmente a Kelsey, falam sobre como quiseram, sonharam, idealizaram o seu casamento, o sonho de formar uma família, de ter sempre um/a companheiro/a a seu lado e que seguissem juntos na fé, na vida profissional, e etc., e o quanto foi difícil encontrar alguém disposto a ser companheiro e unido assim, além de é claro, terem convivido pessoas que os enganou e tentou desviá-los de seus princípios.

Essa parte pra mim foi especialmente essencial. Mesmo que você não seja evangélico, com certeza, você, amigo/a leitor/a, tem seus próprios princípios, sonhos e medos e deseja ser respeitado pelo/a companheiro/a e sabe o quanto isso é primordial numa relação para que esta seja bem sucedida. E aqui, os autores mostram bem o quanto pode ser prejudicial a um relacionamento não ser respeitado, conviver com quem debocha de sua fé/princípios/valores/etc., e o quão grandioso é confiar/esperar/descansar em Deus!

Um livro lindo sobre relacionamentos, que vale muito a pena ser lido, independentemente de sua religião, pois como eu disse, é um livro que valoriza o ser humano e expressa a relevância de ter um/a companheiro/a que te ama e respeita pelo o que você é!

Não deixem de ler!

Ah, é, tem uma parte ruim =/
O livro por enquanto só tem em inglês, então, taí a oportunidade pra quem ainda não lê em outra língua, mas quer. Aproveita e compra o The Chase pra treinar, hein?


* Leia também as resenhas de Karen Kingsbury publicadas aqui no blog:



Essa é a primeira resenha de Novembro do Desafio Literário Livreando 2017.
Da opção: um livro com capa azul.
Saiba mais sobre o Desafio do querido blog Livreando, CLICANDO AQUI!

Beijocas,
Ana M.