quarta-feira, 31 de maio de 2017

#Resenha: A Hospedeira, Stephenie Meyer

Oiie gente, tudo bem??
Hoje tem resenha de um livro incrível, que já se tornou um de meus prefes da vida! <3
Confira!


Eu li a série Crepúsculo em 2013, quando eu estava na universidade, numa de minhas visitas à biblioteca - que era enooooooorme! - encontrei os livros da série lá, e me encantei pela beleza das capas, mas como eu já tinha assistido o primeiro filme e não tinha gostado muito, não tinha muita vontade de conhecer a série da autora americana, Stephenie Meyer.
Apaixonada pelas capas, rendi-me a série Crepúsculo, e gente!
Essa série mudou a minha vida!
Eu ameeeeeei demais a série, todos os livros, todos os personagens, e sinceramente, não entendo como pode ter gente que a odeie!
Comprei todos os livros e venho relendo desde então.
Porém, errei muito, confesso. Em não ter lido A Hospedeira logo em seguida :(
Como não havia nenhum exemplar dele na biblioteca, eu acabei deixando pra compra-lo depois, e por fim, só comprei ano passado, e... li esse ano!

Gente do céu! Como puder fazer isso?
Que livro perfeito!
Incrível demais!
Amoooooooo, já to na metade da releitura de tanto que curti.

Apesar das mais de 550 páginas, A Hospedeira tem uma escrita ágil e convincente, que embora trate de ficção científica - gênero que acho difícil de compreender à principio -, da pra ler metade numa sentada só kkkkk

Ah, e quem não gostou da série Crepúsculo, leia sem medo! É beeeeem diferente de Crepúsculo, tanto na escrita, como no desenvolvimento e criatividade da trama.

A escrita é bem diferente da que a Stephenie usou ao escrever Crepúsculo, embora seja superbem escrito e fluído como.
Eu, como milhares de pessoas kkkk tive dificuldade pra me concentrar nas primeiras 90 páginas! Pois é! No começo, embarcamos num momento precioso e decisivo da trama, por isso os nomes e todo o universo científico/fantástico criado pela a autora é ainda muito complicado e diferente, me perdi algumas vezes. Depois das primeiras 90 páginas, fica eletrizante, com descobertas e aventuras até a última página! O que me fez ler beeeeem mais rápido e amar cada palavra! 

Enfim, é um livro maravilhoso! Só tenho elogios pra ele kkkkkk

Vamos pra história!

Melanie Stryder é uma das últimas humanas que conseguiu se esconder, muito bem, para não se tornar uma hospedeira dos aliens que invadiram a Terra e tomaram conta dos corpos humanos. Transformando a nossa civilização em algo mais calmo, objetivo e plácido. Apesar de terem nos assaltado com esses assassinatos em massa. Afinal, tiraram nossos corpos!

Melanie tem um irmãozinho, Jamie, o qual protege com todas as suas forças, e seu namorado, Jared. Juntos, estão tentando chegar a um esconderijo no meio do deserto encontrado e dirigido por seu tio, Jeb.

Quando Mel vai procurar sua prima, Sharon, é capturada e quase morta, ocasionando o aprisionamento de seu corpo, e Peregrina, uma alma alien é então, inserida em seu corpo.

Peregrina recebeu esse nome justamente por estar hospedando-se em seu nono planeta. Foram tantos. Mas em nenhum sentiu-se verdadeiramente em casa.

Assim que é inserida e acordada, revê a última lembrança de Mel, a dolorosa quase morte, e passa dias/semanas tentando descobrir mais sobre Mel e os demais humanos escondidos com ela, afim de ajudar a Buscadora (um tipo de polícia, digamos assim) a encontra-los.

A Buscadora é horrenda! Ô mulherzinha nojenta! E que esconde um baita segredo!
Ela é tipo uma policial, fica interrogando as almas aliens recém hospedadas nesses corpos humanos para descobrirem nessas memórias onde estão os humanos refugiados.

Só que com Peregrina tudo é diferente! Mel não morreu. Está abafada em sua mente. E fala o tempo todo com ela. Buscando esconder todas as lembranças que puder e salvar sua família.

Só que o amor de Mel por Jared ultrapassa "as paredes" de sua mente, e Peregrina acaba descobrindo-os, e também se apaixona por Jared.

Assim, Peregrina e Mel, em sua cabeça, fogem da Buscadora, e vão atrás de Jared e Jamie.

E aí passa das 90 primeiras páginas. Até esse ponto os capítulos são curtos e falam muito sobre a vida dos aliens e sua adaptação nos corpos humanos. Suas profissões, estilos de vida, etc., porém, só com o decorrer da trama e com as explicações que a Peregrina dará, é que compreenderemos tudo muito bem.

Peregrina e Mel, sim, chegam até Jared, Jamie e o tio Jeb. E gente, quantas descobertas ocorrem a partir de então!
Diversas aventuras. Muitas lágrimas. Muito amor e uma família que vai se formando. Não foi nada fácil pra Peg (Peregrina), ela meio que se tornou humana, e ela mesma se surpreendeu com esta constatação.

Sua relação de brigas com Mel, que quer seu corpo de volta, vai tomando um rumo completamente inesperado!

O livro inteiro é inesperado!

Bom, como eu disse são mais de 550 páginas. Que fluem muito. E também tem muitoooooos acontecimentos.

Vou parar por aqui, pra não correr o risco de soltar algum spoiler, rsrs 

Mas é uma obra genial! Arrasadora!
Amo muitoooooooo!!

E ah, eu to relendo na edição capa do filme em inglês, e temos um capítulo extra com narração da Mel! Pois o livro inteiro foi narrado pela Peg.
Não sei se na edição em português têm esse extra também, a minha edição em português é com a capa original, e não tem. Capa horrível essa, apesar de combinar com a trama, rsrs
Eu gostei bem mais da capa do filme, linda! *-*

A Stephenie Meyer disse logo que este foi lançado, que teríamos mais dois volumes. No entanto, até agora não sabemos de nada.

Eu amei muito o final que o livro teve e tenho medo de ela escrever uma continuação e estragar, ou matar meus personagens preferidos kkkkkkk se bem que, sendo da Stephenie, eu confio!

Geeeeente, se vocês ainda não leram, LEIAM!!!!
É maravilhoso!
Mesmo que não tenha curtindo Crepúsculo, tenho certeza que amarão A Hospedeira!



Essa é a quinta resenha de Maio do Desafio Literário Livreando 2017.
Da opção: um livro fora da minha zona de conforto: ficção científica.
Saiba mais sobre o Desafio do querido blog Livreando, CLICANDO AQUI!

Quem já leu ou quer ler??


Não deixem de comentar!!

Beijos,
Ana M.


2 comentários:

  1. Amo esse livro. É tão bom que deveria ter continuação.

    ResponderExcluir
  2. Amo todos os livros da Steph, gente, que saudades desse tempo! A Hospedeira é um livro delicioso e a criatividade da autora me surpreendeu ainda mais. Amei a resenha!��

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião sobre o post!
Sem comentários ofensivos.
Assim que puder, retribuirei a visita!

Beijos,
Ana M.