quinta-feira, 11 de junho de 2015

#Resenha #10: Amor de Redenção, Francine Rivers

Amor de Redenção conta a história da vida derradeira de Sarah, que filha de mãe solteira com um homem casado, além de rejeitada pelo pai, ainda é vendida à um prostíbulo após a morte de sua doce mãe, com apenas 6 anos de idade.

Sarah passa a chamar-se Angel e em seu primeiro dia neste lugar horrível, é violentada cruelmente pelo pedófilo, cafetão, safado, porco, nojento, capetão Duke.

Ao decorrer de dez anos, Angel perde sua vontade de viver, sua única estima é acreditar que ainda poderá fugir daquela vida. Embora consiga fugir de Duke, acaba por parar em outro prostíbulo, o da "Duquesa" e lá é tida como a atração central do "show".

Percebemos claramente como Angel é amargurada, triste, vazia, infeliz. Porém, é uma alma maravilhosa. Boa, mas sem saber como agir. Com medos, traumas irreparáveis - menos é claro, para Deus. No entanto, Angel não compreende como Deus pode deixá-la passar por tudo isso, desde criança inocente.
Com as lembranças da mãe depressiva, que teve uma vida tão destrutiva e largada pela família, à marge da arrogância da sociedade, e mesmo assim orava a Deus, sem sair do lugar, Angel não acredita Nele, e chegue a ter certa repugnância quanto a Sua Palavra.

Michael Hosea em contra partida é cristão, temente a Deus e Seus Mandamentos. Puro, amoroso, sincero, corajoso, com defeitos sim, mas muito trabalhador e honroso, e que não busca só seguir o Caminho do Pai, como também luta para ajudar a todos que necessitam.

Um dia ele vê Angel quando vai vender seus produtos agrícolas na cidade de Pair-a-Dice e Deus fala com ele. Diz a ele que ela é sua escolhida!
A coisa mais linda é que mesmo ela sendo uma prostituta, ele a reconhece, Michael obedece a vontade de Deus, e aceita Angel como sua futura e prometida esposa.

Passa a vê-la, e não, ele não tem um "caso" com ela antes de se casarem. Com muito custo eles se casam, ele amando-a profundamente, e ela, mesmo com muito medo, e opressão, o admira e tenta amá-lo.

Em alguns momentos, sentimos raiva até da Angel, porque o Michael leva-a para sua fazenda, e trata dela com o maior maior, carinho, respeito, sempre perdoando quando ela lhe ofende. E ela sempre tentando fugir dele, se esquivando e até provocando-o.

Aos poucos vamos entendendo o porque dela agir assim. Ela fugirá várias vezes. Porém, não é que ela não o ame. É que ela já foi tão pisada, humilhada, usada, que não consegue confiar e entender como pode estar com um homem tão bom e tão digno!

Tem muitas reviravoltas e muitas coisas ruins que acontecem, a Angel sofre demais! Entretanto, o final é surpreendente! Lindo de viver, e nos mostra como tudo tem jeito PARA DEUS.
Mesmo que você tenha cometido INÚMEROS pecados, se você se arrepender verdadeiramente, o PAI pode sim lhe perdoar, e lhe conceder vida, e vida com ABUNDâNCIA, cumprindo assim, a promessa de dias melhores, sempre! ;)

A importância da família é um ponto fortíssimo no livro. Não vou me aprofundar, mas terá uma família incrível que fará toda a diferença na vida de Angel. Ela compreenderá e se BUSCARÁ EM DEUS, aceitando seu passado e abraçando seu futuro promissor e feliz que Deus lhe concedeu.

É um livro que ficará para a história. Um dos melhores que já li na vida. TODOS precisam ler, sejam homens ou mulheres.
Pois a denotação do amor e perdão de Deus é predominante. Lindo e essencial para a nossa vida.

Amei, e quero reler logo logo! rs
Quem já leu, por favor, me conte o que achou!!
E quem ainda não leu: acredite, você vai amar de <3

Um grande beijo!
Ana M.

9 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Ao ver a capa eu imaginava muitas coisas, mas não um romance com fundo religioso. Fiquei surpreso, sem dúvidas. E o bom foi saber que o livro, além de uma premissa diferente, é bem trabalhado.
    Vou querer ler.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  2. Você precisa ler!!
    É muito profundo, nos faz crer mais em Deus, e principalmente: em nós mesmos!
    Mesmo quando tudo dá errado, há possibilidades de mudanças, perdão e sucesso.
    lindo! Muda a vida de quem ler! <3
    bjooos

    ResponderExcluir
  3. Oi!!
    Tinha visto a sinopse e ja me apaixonei, lendo sua resenha fiquei com agua na boca, assim que conseguir ler volto aqui para dizer o que achei, mas sei que quando Deus quer e nós aceitamos tudo se transforma.. Pena que este livro e os demais da autora sejam tão caros, mas estão na minha lista de desejados! Bjs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiee, volta sim e conta tudo!!!! kkkk
      É verdade, quando Deus quer e nós deixamos Ele entrar em nossa vida, tudo se transforma para melhor, e o velho pode sim se tornar novo! Esse livro é essencial, aumenta mesmo a nossa fé!
      Nosssa, são beeeem caros o da Francine Rivers, mas olha, compensa demais!!!!
      bjãoooo

      Excluir
  4. Muito linda a foto do Elvis,amor, eterno amo!A sua resenha so me fez ter ainda mais vontade de ler o livro!Mesmo correndo o risco de sofrer muito com a protagonista,mas muito curiosa em ler uma historia diferente do que estou acostumada.rParabens!Ate mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooooh Lili, eu também amo muitooooo o Elvis!!!! Ele é inspirador e lindooooo <3 rsrsrs
      Olha, de verdade, a gente sofre com ela, mas também aprende e cresce muitooooo!!! Por isso vale tanto a pena ler!!!!!
      Leia quando der e me conte o que achou!!! Tenho certeza que vai amar!!!
      bjãoooo, obrigado pela visita!! ;)

      Excluir
  5. Amei esse livro! A história, que prendeu meu fôlego em alguns momentos, e provocou lágrimas em outros, me cativou. Traz cenas lindas de renúncia, cura, perdão, fé, esperança e amor.

    Mostra como o amor atua junto com o perdão. E que, às vezes, tudo o que precisamos é entregar a dor para um Amor Maior, perdoar a si mesmo e abrir o coração para receber o amor genuíno, oferecido sem nada pedir em troca!

    E mostra a beleza do amor que tem como fonte o Amor Divino. E durante muitas vezes identifiquei tal Amor. Afinal, não é assim mesmo nossa relação com o Pai? Quantas vezes nos achamos indignos de tanto amor, e Ele apenas sussurra: Filha, eu a amo. É de verdade. É para sempre. É incondicional. Nada que fizer ou deixar de fazer, mudará isso. Aceite o meu amor! Ele está aqui. Eu estou aqui!

    Compartilho minha visão do livro aqui: https://oslivrosquevivi.wordpress.com/2016/03/13/amor-de-redencao/

    ResponderExcluir
  6. Também li e amei! Um dos melhores da minha vida!
    Quero reler um dia...

    sonhos-e-suspiros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião sobre o post!
Sem comentários ofensivos.
Assim que puder, retribuirei a visita!

Beijos,
Ana M.